Framboesa – A Energia da Compaixão

A CURA DO CARMA
(*) Por Nelson Matheus Silva

Faz algumas semanas que recebi de um grande amigo um pote com pasta de framboesa. Ele me disse que era especial. Não só por ser framboesa, mas, principalmente, pela pessoa que a produziu.
Nunca tinha parado para pensar porque eu tinha passado os últimos doze meses pensando em framboesas e em todo tipo de frutas vermelhas. O interesse foi tanto que eu estava comprando regularmente amoras, cerejas e morangos. Mas, eu sentia, lá dentro, que não era só isso.
Foi quando pedi a esse amigo que trouxesse para mim essa pasta de framboesa.
À primeira vista, nada aconteceu. Entretanto, isso só ficou à primeira vista mesmo. Ao tomá-la misturada com outras frutas, numa vitamina, senti uma energia diferente percorrer meu ser, como se eu estivesse conectando algo que ainda não sabia o que era.
O interessante, é que já no segundo dia, ingerindo a pasta de framboesa, comecei a ter sonhos muito reveladores, falando de outras épocas, e de outras existências acontecendo aqui e agora, separadas apenas pela linha da percepção.
O grande “X” da questão é que não parou por aí. Coisas que temos por hábito esconder debaixo do tapete foram jogadas para o alto como uma loucura, no entanto algo me impulsionou a não colocar lá de volta. Muito pelo contrário, senti uma energia vindo dentro de meu ser que me fez bagunçar mais ainda a sujeira. Isso aconteceu de tal forma que as pessoas não me reconheceram.
Essa ação foi necessária para que, a partir disso, tudo fosse, finalmente, colocada no seu devido lugar.
Não dizem que a comida vem conforme a fome? Foi exatamente o que aconteceu. A necessidade de perdão, de cura e de desprendimento foi-me exigido rapidamente, sem pensar, sem calcular, sem reagir. O Universo me pediu um ação, agora. O que fazer? Me entreguei à essa força, que me deixava seguro e que queria mudanças.
Como será que uma fruta tão pequena como a Framboesa faz isso tudo? Por quê será que uma de suas propriedades é fortalecer o organismo? Por quê será que as Framboesas variam do vermelho ao rosa? Será coincidência que essa seja a cor que damos ao Amor? Será coincidência a Framboesa reger o trabalho essencial do Magnified Healing, que é um sistema de cura voltado para a nossa total reprogramação?
Alguns dizem que quando se está pronto o mestre desaparece. Contudo, lá no íntumo a gente sabe que é quando estamos totalmente prontos e conectados que o Mestre emerge e assume a nossa vida, colocando as peças chaves do imenso quebra-cabeça que é a existência à nossa disposição, com o intuito de não adiarmos mais nada e nos realizemos total e integralmente sem rodeios no aqui e agora, a única e verdadeira realidade.
Ouçamos esse chamado do Grande Espírito da Natureza que quer nos mostrar que é a falta de amor a causadora do sofrimento na vida.
(*) Nelson Matheus Silva,
É Terapeuta. Trabalha focando-se no potencial humano de mudar completamente sua vida. Une conceitos do oriente ao ocidente, junto com terapias energéticas.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s