Prosperar…

Um processo de Realização

Existimos para prosperar. O crescimento, a evolução e o progresso devem estar sempre presentes em nosso caminho.
Ter uma atitude construtiva é acreditar que nada nos ocorre sem que seja em nosso próprio benefício. É ter a certeza de que Deus só permite que aconteça conosco aquilo que possa contribuir para o nosso melhoramento.
Quem prefere crêr que está sendo constantemente prejudicado pelas circunstâncias, tem bastante motivos para se aborrecer. E não pode ser de outro modo, a não ser que haja uma mudança de mentalidade.
A nossa interpretação diante dos eventos, fatos e acontecimentos determina o que podemos esperar da vida.
Se lamentamos a nossa pouca sorte, ela dificilmente se modificará; mas se nos convencemos de que somos pessoas de sorte, então tudo começa a mudar.
A vida não é sádica. Nenhum concurso de acontecimentos se destina tão somente a nos desafiar a paciência. Não existem condições desfavoráveis. Existem apenas consequências inevitáveis de ações edificantes ou não.
Contudo, podemos sempre escrever uma nova história, esquecendo tudo o que fizemos de errado. A nossa vida não está definida pelo que fizemos ontem. A vida é agora, e o futuro é só um seguimento…
Crescer é o destino do ser humano. Avançar rumo à novas perfeições. Nada o poderá impedir neste sua jornada, se ele assim decretar. Isso está em sua natureza porque Deus assim deseja. Nós não somos escravos das circunstâncias. Somos herdeiros de Deus. Príncipes da vida. Isso não é presunção, nem motivo de vergonha. Vergonhoso é nos considerarmos farrapos infelizes e derrotados.
Não somos vítimas ou sombras. Somos fontes de luz! Somos filhos de Deus! Somos criaturas livres, abençoadas e destinadas à felicidade! Toda felicidade consiste em sabermos seguir a vontade de Deus. E o desejo de Deus é que sejamos plenamente felizes!
Quem sabe converter a escasez em abundância; a covardia em coragem; a fragilidade em força, por amor ao projeto de Deus para a sua vida, está interpretando corretamente os sinais do caminho.
A abundância material é um dos aspectos da prosperidade, mas não é o único. Alguém pode ser bastante rico e possuir poucos bens materiais. Basta que as propriedades que possua lhes pareçam suficientes. E, de modo contrário, uma pessoa pode ter um vasto império e ser pobre. Basta que os seus desejos sejam insaciáveis.
Não somos aquilo que os outros pensam que somos, mas é provável que já sejamos ou que venhamos a nos tornar aquilo que acreditamos ser.
Se ignorar as próprias limitações é uma loucura, acostumar-se a elas é uma insanidade ainda maior. Quem abre mão da felicidade por se considerar um infeliz, está numa situação pior do que imagina.
Mesmo sabendo de nossas fraquezas e deficiências, precisamos ter em vista o nosso objetivo glorioso. Não devemos nos contentar com menos do que a realização plena da nossa alma, porque é esta a meta suprema estabelecida por Deus para cada um.
A prosperidade não depende de contingências exteriores. Ela não é uma questão de ter, mas de ser.
Para todo aquele que segue o viver reto, repleto de virtudes, a vida é farta e cheia de recursos.
A quem alcançou a bem-aventurança espiritual não lhe falta o pão de cada dia. A prosperidade o acompanha porque ele sempre julga ter mais do que precisa. A sua generosidade e desprendimento atraem a diligência e a abundância, enquanto em seu coração uma voz ecoa forte e nítida: TUDO O QUE FAÇO PROSPERA, PORQUE DEUS ASSIM DETERMINA!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s