Fazer ou não terapia?

“A passagem por uma análise torna o sujeito não apenas mais responsável pelo seu desejo (…) mas tbém preserva as pessoas que lhe são mais próximas (…) de se tornarem objetos das projeções e das passagens ao ato de quem não quer assumir as condições de seu próprio conflito.” 

(Maria Rita Kehl , Sobre Ética e Psicanálise, p.32.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s